Parque D. Carlos I

Antecedentes
O conceito de um parque do hospital termal remonta a um espaço arborizado, anexo à “Casa da Convalescença” erguida no reinado de João V de Portugal, integrado na Mata Rainha D. Leonor, onde os doentes podiam passear e convalescer. Até à época do Marquês de Pombal a zona do atual parque era constituída por terras de vinha e de oliveiras.

O Passeio da Copa
Mais tarde, na passagem do século XVIII para o século XIX, período em que se inicia a afirmação da burguesia, os conceitos de lazer e de divertimento integram-se como um novo elemento, complementar à acção terapêutica. Neste contexto foi implantado o chamado “Passeio da Copa”, por iniciativa do Dr. António Gomes da Silva Pinheiro administrador do hospital entre 1799 e 1833. Este jardim, típicamente barroco, com elementos como escadarias, muros de suporte e eixos de simetria, tinha a dupla função de permitir aos doentes que vinham tratar-se no hospital, recuperarem-se da sua doença e, possibilitar a sua recreação, em passeios como era costume à época. Em pouco tempo, entretanto, o jardim será alterado, existindo planta do novo “Passeio da Copa” datada de 1806, que corresponde grosso modo, à parte norte do atual parque.”

IN WIKIPEDIA. LER MAIS…

OUTRAS FONTES DE INFORMAÇÃO:

Trip Advisor…, Viral Agenda…


LOCALIZAÇÃO:

Parque D. Carlos I
5 (100%) 1 voto[s]

Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.